O câncer de mama é umas das doenças que mais afeta a vida das mulheres. Quando diagnosticado e tratado precocemente apresenta um bom prognóstico. Mas um dos grandes desafios é aprender a lidar com os efeitos dessa doença.

Vamos entender mais sobre o câncer de mama. Então, acompanhe a leitura!

O que é o câncer de mama e como preveni-lo

O câncer ou neoplasia maligna é uma doença causada pelo excesso de células anormais na mama. É relativamente raro antes dos 35 anos de idade. Os fatores que riscos que podem dar origem ao câncer de mama são genéticos – esteroides sexuais–, ambientais – radiação– e o estilo de vida da mulher – inatividade física.

No Brasil há um programa público que visa a detecção precoce do câncer de mama. Nele fica definido que as mulheres acima dos 40 anos devem realizar o exame clínico das mamas anualmente.  Também define a realização do rastreamento mamográfico a cada dois anos.

Já as mulheres que apresentam alto risco de ter a doença, o exame clínico e a mamografia devem ser feitos anualmente, a partir dos 35 anos de idade. O objetivo desse programa é reduzir as taxas de mortalidade entre as mulheres ocasionada pelo câncer de mama.

Quais são os sintomas e como diagnosticar essa doença

Os sinais podem variar nas pacientes e em algumas podem não aparecer. Os possíveis sintomas que podem aparecer são: nódulo endurecido, irritação, inchaço, vermelhidão na pele, retração da pele ou do mamilo, secreção pelo mamilo.

Uma das etapas no tratamento do câncer de mama inclui o diagnóstico que pode ser realizado por meio do autoexame, de anamnese, exame clínico, exame de imagens – mamografia, ultrassonografia e ressonância magnética – e biópsia tecidual.

Como tratar o câncer de mama e melhorar a qualidade de vida das mulheres

Um dos principais tratamentos é a mastectomia. É uma intervenção cirúrgica na região em que se encontra o tumor, mas em alguns casos retira toda a mama. Outros tratamentos complementares também são necessários como quimioterapia, radioterapia e hormonioterapia.

A escolha do tratamento depende da idade da paciente, do estágio da doença, das características do tumor, da capacidade de proliferar do tumor, da situação da menopausa e da saúde geral da mulher.

Para muitas mulheres o diagnóstico de câncer de mama é devastador, pois acabam gerando sentimentos negativos como raiva, depressão, ansiedade, medo e mudanças relacionadas ao trabalho e ao casamento.

Para aceitar essa nova condição, a mulher precisa contar com a ajuda da família e dos amigos. Além disso, contar com o apoio e orientação de outras mulheres que estão vivenciando a mesma realidade também é muito importante. Essas pessoas podem ajudar no enfrentamento da doença e de suas incertezas.

A taxa de mortalidade dessa doença está relacionada com o adiamento no diagnóstico e tratamento adequado. Por isso não perca mais tempo! Portanto ao apresentar alguns dos sintomas citados ou se aparecer alguma alteração na mama procure imediatamente um médico mastologista.

Continue acompanhando o nosso blog. Cadastre-se no nosso site e receba mais informações sobre a área da saúde.

Comente

Please enter your comment!
Please enter your name here