Devido às melhorias nas condições de higiene e saneamento da população, os sistemas de vacinação e as técnicas moleculares de diagnóstico do vírus da hepatite, os casos dessa doença diminuíram consideravelmente ao logo dos últimos anos em nosso país.

Em 2002, foi desenvolvido o Programa Nacional para a Prevenção e Controle de Hepatites Virais. Esse programa visa à prevenção e assistência aos pacientes com hepatites virais, reforça a vigilância epidemiológica e sanitária e organiza, regulamenta, acompanha e avalia as ações públicas na área da saúde.

Mas você sabe o que são hepatites virais e quais são os seus tipos? Continue lendo e descubra!

Conceito de hepatites virais

É uma inflamação causada no fígado por vários agentes infecciosos. O próprio corpo ataca o fígado tentando se defender. As hepatites virais são classificadas em 5 tipos, cada uma tem suas peculiaridades e tratamentos. Evoluindo dos casos mais leves aos mais graves (hepatites crônicas).

Os vírus podem ser causados pelo consumo de álcool, drogas, alguns remédios e doenças (autoimunes, genéticas e metabólicas). As hepatites mais comuns no Brasil são as do tipo A, B e C. Muitas pessoas são portadoras do vírus e não sabem.

Tipos de hepatites virais

Hepatite Viral A

É uma doença contagiosa, transmitida por meio do contato entre as pessoas ou por meio da água e alimentos contaminados com o vírus. Para evitar a infecção é preciso manter a higiene em dia, lave bem as mãos e os alimentos. É uma doença curável.

Hepatite Viral B

É uma infecção sexualmente transmissível por meio de ato sexual sem o uso de preservativos. Também pelo contato com o sangue infectado. Previna-se tomando a vacina, usando camisinha e não compartilhando objetos pessoais (lâminas de barbear, alicates de unha, escova de dente).

Hepatite Viral C

É transmitida por meio da transfusão de sangue. É uma infecção crônica que pode gerar a fibrose e, até, a cirrose do fígado. Não há vacina para esse tipo de vacina. Portanto evite compartilhar objetos pessoais.

Hepatite Viral D

Depende do vírus da HVB para infectar um indivíduo e a sua transmissão ocorre da mesma forma que o tipo B. É uma forma grave de hepatite que pode causar danos severos no fígado e é a principal causa da cirrose hepática.

Hepatite Viral E

Ocorre comumente África e na Ásia devido às péssimas condições de higiene e é transmitida pela via fecal-oral (água e alimentos contaminados com fezes infectadas pelo vírus). Em geral, o tratamento desse tipo consiste em não consumir bebidas alcoólicas, repouso e dieta com pouca gordura.

Os sintomas das hepatites virais aparecem depois de alguns meses, dentre os sintomas estão cansaço, vômitos, febre, pele e olhos amarelados e alteração na urina e nas fezes. Em alguns casos os sintomas não aparecem como no tipo B. O diagnóstico é feito por meio de sorologias e testes rápidos com a coleta de sangue.

Apesar de ter diminuído os casos registrados de hepatites virais é importante continuar a prevenção e o estímulo à realização dos testes para garantir o tratamento e, consequentemente, a qualidade de vida do paciente. Continue ligado e acesse mais informações sobre saúde em nossa página no Facebook.

 

Comente

Please enter your comment!
Please enter your name here